Pré-candidatos do grupo situacionista de Nossa Riacho de Santana recebem orientações sobre Eleições 2016

Dirigentes partidários e pré-candidatos do grupo situacionista de Nossa Riacho de Santana receberam orientações gerais sobre as Eleições Municipais 2016 durante reunião realizada neste sábado (23). Na ocasião foram abordados temas como crimes e infrações eleitorais, registros de candidaturas, propaganda eleitoral e prestação de contas, para esclarecer as questões referentes ao evento proferiram falas o advogado João Alexandre e os responsáveis pela contabilidade do grupo nas Eleições 2016, Acássio e Vandaécio.
  
Durante a reunião, além de ouvir as informações, os pré-candidatos tiveram a oportunidade de tirar dúvidas relacionadas aos temas.

O grupo conta com uma aliança de 7 partidos (PSD, PT, PMDB, PDT, PSDB, PROS e PP).

Ficou definido que a convenção para homologação dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores será no dia 30 de julho de 2016, ás 17h no Centro Cultural Valdemar Fernandes. 









Governo lança programa Vale-Livro 2016 que vai beneficiar 250 mil estudantes no RN

O Governo do Estado lançou na manhã desta sexta-feira (22) o Programa Vale-Livro 2016 que vai facilitar o acesso ao livro e oferecerá mais opções de leitura aos alunos da rede estadual de ensino.

Através do Vale-Livro o Governo vai investir quase R$ 1 milhão na compra de cerca de 100 mil exemplares literários em feiras de livros e de quadrinhos em Natal e Mossoró. O programa estabelece que 40% dos recursos devem ser investidos em livros de autores potiguares, valorizando a cadeia produtiva e criativa do Estado. Os livros serão adquiridos pelas próprias escolas e destinados aos acervos de suas bibliotecas.

O governador Robinson Faria destacou que “além de alunos e professores, o Vale-Livro beneficia toda a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Norte, incentiva a produção cultural e fomenta a economia. Este ano decidimos aumentar para 40% o montante dos recursos que devem ser investidos na aquisição de obras de autores potiguares”. Em 2015 o percentual foi de 30%.

Robinson Faria lembrou que, como deputado estadual, foi autor do projeto que criou a Lei de incentivo à leitura literária no RN. “Agora, como Governador, tenho a satisfação de executar o que determina a Lei. O destino me proporcionou isso. Junto com alunos, professores, escritores e editores estamos construindo pontes para o futuro. Pontes que levam a mais conhecimento, a melhor formação, a melhores condições de empregabilidade, à cidadania, e, inclusive à redução dos índices de violência. Escolas que desenvolvem a leitura literária têm o padrão de aprendizado mais elevado”, afirmou.

A secretária de Estado da Educação e da Cultura, Cláudia Santa Rosa, enfatizou que o programa “democratiza o acesso ao livro e dá autonomia para as escolas escolherem e comprarem diretamente os livros”.  Ela acrescentou que “o Vale-Livro promove a valorização da leitura literária e a alfabetização funcional”.

Em Natal, 325 escolas farão a compra dos livros na feira que será realizada na Cidade da Criança, de 6 a 9 de outubro, contemplando mais de 150 mil alunos.

Em Mossoró, a feira na qual os livros serão comprados acontecerá de 17 a 22 de agosto, no Expocenter, atendendo 268 escolas e cerca de 100 mil estudantes.

Em todo o Estado mais de 250 mil alunos do Rio Grande do Norte serão beneficiados com o programa.

Também participaram da solenidade no auditório da Governadoria os secretários de Estado do Gabinete Civil, Tatiana Cunha Mendes, da Comunicação, Juliska Azevedo, de Relações Institucionais, Getúlio Ribeiro, a presidente da Fundação José Augusto, Isaura Rosado, diretores de escolas, professores, representando os prefeitos municipais, José Marques, de Pedro Velho, o presidente da União Brasileira de Escritores no RN, Eduardo Gosson. O juiz de Direito, Jarbas Martins e a advogada Lígia Limeira representaram o Programa Brasileiro de Educação e entregaram a cartilha “Cidadania de A a Z” que irá se somar ao acerto de todas as bibliotecas da rede estadual de ensino.


Zika vírus também pode ser transmitido por muriçoca, diz Fiocruz

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) descobriram que o zika vírus pode ser transmitido também pelo mosquito Culex quinquefasciatus, popularmente chamado de muriçoca ou pernilongo. Os grupos de insetos analisados foram coletados em Recife.

Na região metropolitana, a população de pernilongos é cerca de vinte vezes maior que a do mosquito Aedes aegipty, que já foi confirmado como vetor do zika vírus. A coleta foi feita com base nos endereços dos casos relatados da infecção, informados pela Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco.

No total, foram examinados aproximadamente 500 mosquitos Culex quinquefasciatus. O objetivo da pesquisada é detectar o papel de algumas espécies de insetos brasileiros na transmissão de arboviroses, como dengue, chikungunya e febre amarela. A zika foi a primeira na lista por conta da epidemia da doença no País e sua ligação com a microcefalia.

O vírus foi identificado em três dos 80 grupos de pernilongos analisados até o momento. Parte dos insetos não estava alimentada, indicando que o zika estava disseminado no organismo e não em um alimento infectado.

Mosquitos Aedes e Culex foram alimentados com uma mistura de sangue e vírus para que os cientistas pudessem acompanhar o desenvolvimento do vírus dentro do inseto. Em seguida, foram extraídos o intestino e a glândula salivar, que podem barrar a doença. Se a infecção é detectada na glândula, o inseto é classificado como vetor. A carga viral encontrada nas duas espécies estudadas foi similar. Os cientistas detectaram o problema analisando o material genético do vírus.


Serão realizados novos estudos para avaliar o potencial viral do pernilongo na disseminação do zika vírus e seu papel na epidemia. O estudo, que pode ser o primeiro a comprovar a relação da doença com o mosquito Culex, foi divulgado nesta quinta-feira (21). Apesar das descobertas, o foco do controle da epidemia continua sendo o Aedes aegypti.

IG*

Transposição, adutoras e barragem darão fim à seca no RN, diz secretário

A transposição das águas do rio São Francisco, a construção da barragem de Oiticica e a inauguração dos dois subsistemas da Adutora Alto Oeste darão fim à seca no Rio Grande do Norte. A opinião é do titular da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Mairton França. Contudo, segundo ele, apenas as adutoras devem começar a operar ainda este ano. Enquanto os projetos não são concluídos, o estado segue enfrentando a estiagem mais severa de sua história.

Desde 2011 que o sertanejo potiguar sofre com a falta de boas precipitações. Dos 167 municípios do estado, 153 estão em situação de emergência por causa da escassez de água. Atualmente, 14 cidades estão em colapso e 77 desenvolveram sistemas de rodízio para o abastecimento da população.

As chuvas que caíram no início do ano renovaram os ânimos, mas não cerraram as angústias. Mudanças, só na paisagem. A água transformou o cenário acinzentado em um verde exuberante, a chamada 'seca verde'. Comum no semiárido nordestino, o fenômeno caracteriza-se pela vistosidade da vegetação, apesar de um período longo sem água. Porém, foi só isso. A estiagem segue implacável. Impiedosa, ela castiga e mata.

"O sofrimento do homem do campo tem que acabar. Precisa acabar. O governo está ciente do seu papel e está trabalhando para dar fim a este problema, que é secular", afirmou Mairton.

Transposição

Em entrevista ao G1, o secretário detalhou quais são e como os projetos devem resolver a escassez de água no sertão potiguar. O maior e mais importante deles é o da transposição das águas do rio São Francisco, cujas obras foram iniciadas em 2007, ainda no governo Lula. Em abril, de acordo com dados do governo federal, 86,3% das obras já estavam concluídas.


O plano básico é a construção de dois imensos canais ligando o 'Velho Chico' a bacias hidrográficas menores do Nordeste, bem como aos seus açudes, levando água para 390 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte – uma população de 12 milhões de nordestinos.

A previsão inicial era de que a obra terminasse em 2014. Mas, após uma série de adiamentos, a estimativa agora é de que o projeto seja concluído somente em 2017. Inicialmente, a transposição havia sido orçada em R$ 4,5 bilhões, mas o custo da obra já alcançou R$ 8,2 bilhões.

Segundo Mairton, as águas do São Francisco chegarão ao RN de duas maneiras. Uma delas é com a perenização do rio Piranhas/Açu. Significa que as águas do rio, que nasce na Serra do Piancó, na Paraíba, devem ser represadas pela barragem de Oiticica antes que elas desemboquem na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório do estado.

A outra forma de a água chegar ao estado será com a construção um sistema denominado Ramal Apodi, uma etapa da obra que faz parte do chamado Eixo Norte da transposição. Por este ramal, as águas deverão correr por canais, túneis, aquedutos e barragens, totalizando 115,5 quilômetros de extensão. Para isso, ainda de acordo com o secretário, estima-se que 857 propriedades terão que ser relocadas ou os donos indenizados em treze municípios da Paraíba, Ceará e do próprio Rio Grande do Norte.

Em solo potiguar, as obras da transposição afetarão famílias em Luís Gomes, Major Sales e José da Penha, por onde o ramal passará até chegar ao açude público de Pau dos Ferros, de onde as águas partirão até Angicos, já na região Central do estado. Ao final do percurso, 44 municípios devem ser beneficiados.

O Ministério da Integração afirma que todo o Eixo Norte tem investimento orçado em R$ 5,25 bilhões e que já trabalha na elaboração do edital de licitação para que os serviços no Rio Grande do Norte tenham início. Só não disse quando.

Adutora Alto Oeste

Dos projetos apontados pelo secretário como soluções para a seca no estado, a Adutora do Alto Oeste é o mais avançado. “Na verdade, está praticamente pronta. Falta finalizarmos alguns testes para podermos inaugurar a adutora, que é dividida em dois subsistemas”, ressaltou Mairton.


O primeiro subsistema capta água no Açude de Pau dos Ferros. Além de atender ao próprio município, beneficiará mais 12 cidades, terminando em Alexandria. “Só não começou a operar ainda porque o açude de Pau dos Ferros encontra-se totalmente seco. E este é um problema que poderíamos ter resolvido com a construção de uma adutora expressa ligando Pau dos Ferros à barragem de Santa Cruz, em Apodi. Isso garantiria o funcionamento regular do subsistema. Mas, essa adutora expressa foi retirada do projeto original em virtude do Ramal do Apodi, que faz parte da transposição do São Francisco, e que hoje sequer tem um projeto concluído”, explicou.

O segundo subsistema, ainda de acordo com Mairton, sai da barragem de Santa Cruz e vai até João Dias levando água para 10 municípios da região. “Esse benefício é direto. Indiretamente, a adutora também beneficiará Portalegre e Martins. E ainda temos um projeto de também atendermos a população de Serrinha dos Pintos, totalizando 13 municípios abastecidos pelo subsistema”, revelou o titular da Semarh.


G1RN*

Conheça quais são os novos procedimentos para embarque nos aeroportos

A partir desta segunda-feira (18), entrarem em vigor mudanças nas regras de segurança dos aeroportos que deve vigorar até o fim dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Em função das medidas, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) recomenda que os passageiros cheguem ao aeroporto duas horas antes do horário de embarque, mesmo em vôos domésticos, ou seja, dentro do Brasil.

 A partir dessa data, todas as pessoas estão sujeitas a passar por revista física feita por agentes aeroportuários, desde que seja do mesmo sexo. Crianças e passageiros com necessidade de assistência especial também podem passar pelo procedimento. 

Antes de chegar ao aeroporto, saiba quais são as principais mudanças na rotina de em embarque:

Revista Física

O passageiro pode ser revistado por um agente de Proteção da Aviação Civil (Apac) do mesmo sexo, independente do disparo do alarme do equipamento de Raios-X. A revista poderá ocorrer em local público ou reservado -  a critério do passageiro e dos agentes -  e com presença de testemunha. Não serão realizadas revistas íntimas.

Seleção


Os critérios para seleção das pessoas que passarão por revista física nos aeroportos não foi revelado pela Anac com alegação de que “método para seleção é definido em normativa de cunho sigiloso". A idade mínima das crianças que podem ser submetidas ao procedimento também não foi informada pela agência “por questões de segurança”.


Escâner corporal


O equipamento do tipo escâner corporal (body scanner) poderá ser utilizado em substituição à busca pessoal. Nessa situação, caso persista a dúvida do agente de proteção quanto ao porte de itens proibidos pelo passageiro, poderá ser solicitada a realização de revista física. 

Retirada de computador portátil - notebook


A retirada de computador portátil do interior de malas e mochilas transportadas na bagagem de mão na passagem pelo raio-X - medida já adotada para voos internacionais -  também será obrigatória para voos domésticos.


Bagagem de mão


A inspeção manual aleatória de pertences de mão no momento da passagem pelo equipamento de raios-X também poderá ser solicitada. Nesse caso, os passageiros deverão abrir suas bagagens de mão para inspeção pelos agentes.


Objetos suspeitos



O agente irá solicitar a verificação detalhada caso seja localizado qualquer objeto considerado suspeito. Caso necessário, o passageiro será encaminhado a prestar esclarecimentos junto à Policia Federal


EBC*

TSE divulga limites de gastos de campanha e contratação de pessoal nas Eleições 2016

Foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (DJe/TSE) as tabelas atualizadas com os limites de gastos de campanha e de contratação de pessoal nas Eleições Municipais de 2016, conforme previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). Os dados podem ser consultados aqui.

Após a publicação dos valores preliminares de gastos de campanha, o TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de acordo com o parágrafo 2º, art. 2º, da Resolução TSE nº 23.459/2015.

O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,7612367688657%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016. Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8,03905753097063%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, visto que esses valores fixos foram criados com a promulgação da Lei nº 13.165/2015 (Reforma Eleitoral 2015).

De acordo com a tabela, o maior limite de gastos para campanha para o cargo de prefeito está previsto para o município de São Paulo (SP), que tem hoje 8.886.324 eleitores. No primeiro turno eleitoral, os candidatos à Prefeitura da cidade poderão gastar até R$ 45.470.214,12. Já no segundo turno, o teto de gastos será de R$ 13.641.064,24. De outro lado, os candidatos a prefeito em 3.794 municípios somente poderão gastar até R$ 108.039,00.

Para o cargo de vereador, o maior limite de gastos foi estipulado para o município de Manaus (AM), que possui 1.257.129 eleitores. Os candidatos a uma cadeira na Câmara Municipal da capital do Amazonas poderão gastar, no máximo, R$ 26.689.399,64. O menor teto de gastos para as campanhas para o cargo de vereador ficou em R$ 10.803,91, alcançando 3.794 municípios.

A respeito da fixação dos limites de gastos, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, destaca que a Justiça Eleitoral e a sociedade terão importante papel na fiscalização da aplicação dos recursos eleitorais. "Nós não dispomos de fiscais na Justiça Eleitoral para dar atenção a todos eles [gastos]. A própria sociedade terá que fiscalizar. E como a disputa é muito acirrada, já que as disputas em municípios são, às vezes, mais acirradas que as nacionais, então é provável que haja ânimo de violar a legislação, especialmente na ausência de uma fiscalização mais visível. Por isso, a própria comunidade terá que se incumbir dessa tarefa”, afirma.

O presidente do TSE também faz um alerta sobre a possibilidade de crescimento no número de casos de caixa 2 nas Eleições 2016, uma vez que, em muitos municípios, os valores que poderão ser gastos serão bem menores do que no último pleito. “Se de fato houver apropriação de recursos ilícitos em montantes significativos, pode ser que esses recursos venham para a eleição na forma de caixa 2, ou mesmo disfarçada na forma de caixa 1, porque o que vamos ter? Vamos ter doações de pessoas físicas. Pode ser que recursos sejam dados a essas pessoas para que elas façam doações aos partidos políticos, ou aos candidatos. Isso precisa ser olhado com muita cautela”, pontua o ministro Gilmar Mendes.

IOLANDA FASHION

IOLANDA FASHION  
Rua do Cruzeiro, 76, Centro – Riacho de Santana/RN

- Tudo em confecções, masculina, feminina e infantil, perfumaria, calçados, acessórios femininos e artigos para presente.


Aceitamos cartão de crédito. 

- Agência correspondente - Bradesco Express: Solicitação de abertura de conta, pagamento de contas, saques com cartão, empréstimos e financiamentos e recarga de celular.

- Xerox.  

Organização:
Juciete (84) 98111-1705









No Senado, projeto tenta impedir bloqueio de aplicativos de mensagem

Um projeto de lei (PLS 200/2016) de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT) quer impedir a interrupção dos serviços promovidos por aplicativos de mensagens na internet, como o WhatsApp. A proposta quer evitar que essa suspensão seja usada como medida coercitiva em investigação criminal ou processo judicial cível ou penal, especialmente contra empresas.

Na tarde desta terça-feira (19), o WhatsApp teve novamente o funcionamento suspenso no Brasil. O bloqueio foi suspenso poucas horas depois por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Desta vez, a interrupção do serviço foi determinada pela Juíza Daniela Assumpção Barbosa, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro. Segundo a Juíza, o Facebook, proprietário do WhatsApp, foi notificado para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, mas informou que não seria possível tecnicamente atender ao pedido. Por esse motivo, a juíza determinou o bloqueio, alegando que a empresa tratou o Brasil "como uma republiqueta”.

Para Medeiros, embora as investigações criminais e o combate à violência sejam competência essencial do poder público, não se pode fazer isso impondo danos à liberdade de comunicação. O senador disse acreditar que existam outras medidas menos danosas, que não sacrifiquem toda a população.

"Amplíssimo universo de brasileiros e brasileiras que tem sido posto à mercê de decisões judiciais singulares. Aproximadamente metade da população nacional que, de uma hora para outra, experimenta o corte seco e abrupto de um instrumento essencial para suas comunicações familiares e afetivas, suas interações profissionais, seus círculos sociais", explicou o Medeiros.

População

Assim como o senador, a grande maioria dos cidadãos que se manifestaram em enquete recente do DataSenado se disseram contrários a esse tipo de medida. Dos 608.470 internautas que participaram da pesquisa, 87% manifestaram rejeição aos bloqueios coletivos de aplicativos de comunicação por decisões judiciais. A pesquisa foi feita entre maio e junho deste ano.

O projeto de Medeiros, apresentado em maio, está na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e será relatado pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). Depois, ainda terá que passar pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) antes de ir para a Câmara dos Deputados

Acesse aqui a consulta pública sobre o projeto de lei no site do e-cidadania.

AgênciaSenado*


RN tem 10 atletas convocados para os jogos Paralímpicos 2016

Dez atletas do Rio Grande do Norte foram convocados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para representar o país nos jogos paraolímpicos do Rio de Janeiro. São representantes no atletismo, halterofilismo, judô, triatlo, e natação - que é a modalidade que conta com o maior número de norte-riograndenses.

Os jogos paraolímpicos terão inicio no dia 7 de setembro com encerramento previsto no dia 18 do mesmo mês. Serão mais de quatro mil atletas de 176 países diferentes na disputas de 528 medalhas. 

Em 2016 o Brasil conta com a maior delegação já enviada para os jogos com 278 atletas. Será a primeira vez na história que o país terá representantes em todas as 22 modalidades existentes na paraolimpíadas.

No total, serão 181 homens e 97 mulheres com o objetivo de ficar entres os cinco melhores no quadro geral de medalhas, meta traçada pelo próprio CPB após a sétima posição em Londres 2012.

Um atleta guia para atletismo, um técnico para o halterofilismo, além de dois médicos, um fisioterapeuta, quatro enfermeiros e um massoterapeuta também foram convocados. Eles irão compor o elenco de apoio a delegação brasileira.

Nominuto*

Presidente do STF derruba decisão que bloqueou WhatsApp no país

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu há pouco derrubar a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que suspendeu o serviço do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. O aplicativo deve voltar a funcionar após as operadoras de telefonia serem notificadas da decisão. O pedido liminar, feito pelo PPS, foi encaminhado para o presidente da Corte devido ao período de recesso de julho no tribunal.

O bloqueio do WhatsApp foi determinado hoje (19) pela juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias. Na decisão, a magistrada alegou que o aplicativo descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens trocadas pelo aplicativo de troca de mensagens em uma investigação criminal. Essa é a terceira vez que o WhatsApp é suspenso no país.


Após a decisão, Facebook, que é proprietário do aplicativo WhatsApp, alegou que não poderia cumprir a decisão porque as mensagens são criptografadas e, portanto, não acessíveis. Desde abril deste ano, o WhatsApp começou a adotar o recurso de segurança chamado criptografia de ponta-a-ponta.

Recurso

O WhatsApp apresentou na tarde de hoje (19) um recurso na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para suspender a decisão que bloqueou o funcionamento do serviço em todo o país. Segundo a assessoria de imprensa do TJRJ, a decisão pode ser tomada ainda hoje pelo desembargador José Roberto Lagranha Távora.


O aplicativo de troca de mensagens WhatsApp está sem funcionar em todo o país desde o início da tarde de hoje.

AgênciaBrasil*


Justiça do RJ determina novo bloqueio do WhatsApp no país

A Justiça do Rio de Janeiro mandou bloquear novamente o serviço de mensagens WhatsApp em todo o Brasil partir desta terça-feira. A decisão, da 2ª comarca de Duque de Caxias, determinou que o serviço seja interrompido pelas principais operadoras do país – Tim, Vivo, Claro, Nextel e Oi.

A ordem de interrupção do serviço partiu da juíza Daniela Barbosa Assunção de Souza, que exige que o Facebook (proprietário do WhatsApp) ceda informações de conversas de usuários investigados pela Justiça. Se confirmado, este seria o terceiro bloqueio ao aplicativo de mensagens no país em menos de um ano.

As outras duas suspensões ao WhatsApp não duraram mais que 48 horas e ocorreram em dezembro de 2015 e maio de 2016. Em todos os casos, o bloqueio estava relacionado ao não cumprimento de determinações da Justiça, que pedia acesso ao conteúdo das comunicações de usuários suspeitos de cometer crimes.


A empresa americana alega que não pode cumprir as determinações, pois adota criptografia em todas as mensagens. O bloqueio ainda não foi confirmado e nem passou a valer. Procurada, a assessoria do Tribunal de Justiça do Rio não atendeu às ligações da reportagem.

Estadão*

Metade dos brasileiros é contra a Rio 2016, diz pesquisa do Datafolha

Metade dos brasileiros não corcorda com a realização dos jogos olímpicos Rio 2016 e 63% acreditam que os jogos trarão mais prejuízos que benefícios, segundo pesquisa Datafolha. A informação foi publicada nesta terça-feira (19) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Os dados estão em pesquisa do instituto feita entre os dias 14 e 15 de julho, o número mostra acréscimo em relação aos brasileiros que acreditam que o evento trará mais prejuízos do que benefícios para a população em geral. Esse número era de 38% na pesquisa feita em 2013.

Já entre os moradores do Rio de Janeiro, 47% acreditam que os jogos trarão mais prejuízos que benefícios. Já 45% apostam que os jogos trarão mais benefícios que prejuízos.

Ainda segundo o Datafolha, 50% dos entrevistados disseram que são contra a olimpíada no Rio de Janeiro, enquanto 40% são favoráveis. Ainda segundo os dados, 9% se mostraram indiferentes e 2% não souberam responder. O mesmo levantamento feito em junho de 2013 revelou que 64% eram a favor, enquanto 24% dos brasileiros se opunham aos jogos no Rio.


As regiões com maior índice de rejeição a realização do evento são a Sul e a Sudeste, principalmente entre as pessoas com maior nível de escolaridade e com renda familiar mensal de cinco a dez salários mínimos. Moradores do Norte e Nordeste e os jovens demonstram maior apoio.

Nesta pesquisa mais recente, o Datafolha fez 2.792 entrevistas, com pessoas acima de 16 anos, em 171 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

G1*

A partir de 20 de julho, partidos e candidatos podem dar início à formalização de contratos e convenções

A partir do dia 20 de julho, data de início das convenções partidárias, os partidos políticos e candidatos poderão dar início à formalização de contratos que gerem despesas e gastos com a instalação física e virtual de seus comitês de campanha para as Eleições Municipais de 2016.

No entanto, os gastos somente poderão ser efetivados após o envio à Justiça Eleitoral, por parte dos partidos políticos e candidatos, do número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de seus órgãos de direção municipais ou comissões provisórias, a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e a emissão de recibos eleitorais.

De acordo com a Resolução 23.463, que dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos e candidatos e sobre a prestação de contas nas eleições de 2016, tais despesas são consideradas gastos eleitorais e deverão constar na prestação de contas de campanha, além de obedecer os limites fixados na norma.

Limite de gastos

Os partidos políticos e os candidatos poderão realizar gastos até o valor dos limites para cada município que serão divulgados pelo TSE até o dia 20 de julho. São considerados para o limite estabelecido o total de gastos de campanha contratados pelos candidatos e os individualizados realizados por seu partido, as transferências financeiras efetuadas para outros partidos ou outros candidatos e as doações estimáveis em dinheiro recebidas.


Medo do desemprego é o mais alto em 17 anos, diz CNI

O medo do desemprego entre os brasileiros alcançou, em junho, o maior nível desde que começou a ser medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 1999.

Segundo pesquisa da CNI, no mês passado o indicador ficou em 108,5 pontos. O patamar é o maior da série histórica e só havia sido atingido antes em maio de 1999 durante a crise de desvalorização do real. O índice subiu 1,9% ante a última medição, em março, e 4,2% ante junho de 2015.

O levantamento da entidade apurou ainda o índice de satisfação com a vida dos entrevistados. O indicador ficou em 93,1 pontos em junho, melhorando em relação a março, quando havia caído a 92,4 pontos, patamar mais baixo desde 1999. Em relação a junho de 2015, a satisfação caiu 2,6%.

A pesquisa da CNI é realizada trimestralmente. Para auferir os dados divulgados nesta segunda-feira (18) foram ouvidas, entre 24 e 27 de junho, 2002 pessoas em 141 municípios.

AgênciaBrasil*


Homicídio na zona rural de Nossa Riacho de Santana/RN


Por volta das 23h deste sábado (16), no sítio Catolezinho, às margens da BR 405 na zona rural de Nossa Riacho de Santana/RN, a pessoa identificada como Thiago Anderson Fontes, 33 anos de idade, foi assassinado pelo seu cunhado conhecido como Henrique.

De acordo com informações preliminares, a vítima teria arrombado a porta da frente da casa do acusado e após luta corporal, o acusado teria desferido um golpe de faca na vítima que foi a óbito no local.

A polícia foi informada uma hora e meia após o fato e compareceu ao local, em seguida foi solicitada a presença de uma equipe do ITEP para os procedimentos de praxe.

Até o momento não se sabe o paradeiro nem o destino que o acusado tomou.

Campus Pau dos Ferros do IFRN abre vaga para estágio em Administração

A Direção Geral do Campus Pau dos Ferros do IFRN torna pública a seleção de estagiário de cursos superiores de Administração.

A seleção oferta 1 (uma) vaga, tendo como requisitos: que o (a) candidato (a) esteja cursando a partir do 6º período e que possua disponibilidade para no horário das 7h às 13h.  A carga horária do estagiário é de 30 horas semanais. O estagiário  fará jus a uma bolsa auxílio e auxílio transporte.

INSCRIÇÃO
A inscrição será efetivada através de envio de currículo para o e-mail da Diretoria de Administração do Campus diad.pf@ifrn.edu.br , com assunto "Seleção de Estágio Manutenção". A submissão do currículo deverá ser feita no período de 25/07/2016 até o dia 29/07/2016.

SELEÇÃO E RESULTADO
A seleção é composta de duas etapas: análise curricular, através da qual serão pré-selecionados 6 (seis) candidatos. A segunda etapa conta com teste de conhecimento em Excel e entrevista individual, que acontecerão no dia 3 de agosto. O resultado final da seleção deverá ser divulgado no dia 4/8/2016.

O (a) candidato (a) selecionado atuará na Coordenação de Serviços Gerais e Manutenção do Campus (COSGEM) e desempenhará atividades conforme estabelecido no documento divulgado. A duração do estágio é de 12 meses, podendo ser prorrogada por igual período. 

Mais informações, valor da bolsa e auxílio, além da regulamentação da seleção, estão estabelecidas no documento abaixo. Acesse:




Servidores da saúde do estado do RN suspendem greve por 13 dias e aguardarão proposta do governo

Após 24 dias, os servidores da saúde estadual decidiram em assembleia suspender a greve por um prazo determinado, proposta que surgiu em audiência de conciliação no Tribunal de Justiça. A greve será suspensa até o dia 27 de julho, quando haverá nova reunião com o desembargador Glauber Rêgo, na qual a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) deverá apresentar uma resposta atendendo a três dos pontos da pauta de reivindicações. O desembargador recusou o pedido de ilegalidade da greve e impediu qualquer tipo de desconto pelos dias parados.

Os servidores retornam ao trabalho na próxima troca de plantão (às 19h, nos hospitais, e às 07h, no SAMU). A greve atingia todos os hospitais da Região Metropolitana, o SAMU, e unidades em Mossoró e Caicó, mantendo o atendimento de urgência e emergência.
O Sindsaúde defendeu a suspensão da greve para evitar cortes nos salários. "Infelizmente, a Sesap, em vez de negociar, escolheu pedir a ilegalidade, como se fosse proibido fazer greve. Agora, esperamos que traga uma proposta séria, que realmente melhore a situação do servidor que está há seis anos com o salário congelado", cobra Manoel Egídio Jr., coordenador-geral do Sindsaúde-RN, que também cobra uma audiência com o governador.

A Secretaria se comprometeu a enviar resposta sobre a realização do concurso público, as progressões atrasadas e a gratificação de produtividade, cujo valor vem sendo reduzido para os servidores dos hospitais, a exceção dos médicos. O Sindsaúde também exige a mudança na portaria que institui pontuação máxima para as funções de secretário, diretor e coordenador.



Protesto contra a atual secretária
Até a audiência no Tribunal de Justiça, o Sindsaúde irá promover atos e reuniões nos hospitais, denunciando a falta de condições de trabalho e de segurança. Nesta segunda-feira (18), ocorrerá o primeiro ato, na Sesap, contra a transferência injustificada de servidores que fizeram parte da antiga gestão, pela reforma do prédio e ingerência política no órgão. O protesto tem o apoio de integrantes do Conselho Estadual de Saúde e pode pedir a saída da atual secretária de Saúde, Dra. Eulália de Albuquerque, e da subsecretária, Denise Maria Aragão. 

Bolsas de estudo pelo Educa Mais Brasil estão disponíveis no estado de Rio Grande do Norte, há vagas para Nossa Riacho de Santana


Estudar em uma rede particular de ensino, no cenário atual do país, poderia ser um sonho distante e fora da realidade de muitos brasileiros, mas a realização pessoal se torna cada vez mais próxima com a abertura das inscrições do maior programa educacional do país, o Educa Mais Brasil. Para o segundo semestre estão disponíveis mais de 200 mil bolsas de estudos de até 70% em diversos níveis de escolaridade.

No Rio Grande do Norte, estão sendo oferecidas mais de 8 mil bolsas para 2016.2. Em Nossa Riacho de Santana há vagas para Pós-Graduação, Cursos de Idiomas, Preparatório para Concursos, Cursos Profissionalizantes e Pré-Vestibular/Enem.

Para ser beneficiado é preciso não ter condições de pagar o valor integral da mensalidade e atender aos requisitos socioeconômicos. “Esses critérios são justificados pelo objetivo do programa que é intermediar acesso à educação de qualidade àquelas pessoas que antes não tinham perspectiva de estudar sem esse benefício”, afirma Andréia Torres, Diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil.

As inscrições são gratuitas e realizadas através do site oficial do programa www.educamaisbrasil.com.br. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento nos telefones 4007-2020 para Capitais e regiões metropolitanas ou 0800 724 7202 para demais localidades.